Sede 1: Jundiaí/SP | Sede 2: Guarulhos/SP
(11) 99710-0350 /
contato@merakigroup.com.br

Aprenda dicas valiosas com o CEO da maior empresa de caronas da China

Aprenda dicas valiosas com o CEO da maior empresa de caronas da China

Você provavelmente já tenha ouvido sobre a Uber, maior empresa de “carona remunerada” do mundo, que fez alvoroço pelo mundo e que no Brasil ainda persistem os casos de ataques a motoristas cadastrados nesta plataforma.

Por realizar serviços semelhantes aos táxis, contudo com qualidade superior e preços competitivos, vem sofrendo com uma contra cultura em território brasileiro (não entrarei nos escândalos de questões de leis trabalhistas e jurídicas).

Mas você já parou para pensar qual seria os concorrentes diretos do Uber?

A Lyft, outra empresa com sede no Vale do Silício em São Francisco (EUA), é concorrente direta, no mesmo mercado e país que a Uber.

Mas será que em todo o mundo só existam duas empresas competindo e oferecendo praticamente o mesmo serviço de “carona remunerada”?

Ai que eu te pergunto se você tem estudado o mercado asiático de startups, em especial o chinês.

Pois bem, na China uma empresa chamada Didi Chuxing (滴滴 出), fundada em Junho de 2012, com sede em Pequim e atuação especialmente na área metropolitana desta cidade chinesa é a mais nova menina dos olhos de investidores de todo o mundo, atraindo atenção de gigantes como a Apple.

Didi fornece veículos e táxis para alugar e utilizar os serviços de “carona remunerada” na China por meio de aplicativos de smartphones. Formado a partir da fusão de empresas rivais Didi dache e Kuaidi dache (apoiado pelas duas maiores empresas de Internet chineses, Tencent e Alibaba, está avaliada atualmente em cerca de US $ 28 bilhões (dados de Junho de 2016).

E a Apple tem parte nesses números, pois investiu US$1 bilhão na empresa do CEO mais jovem da China, o jovem Cheng Wei de 33 anos de idade.

Chen Wei começou a sua empresa de compartilhamento de caronas em Junho de 2012, quando ele tinha apenas 29 anos. Hoje, aos 33 anos de idade e com uma empresa fundada a apenas 4 anos que faz 11 milhões de corridas por dia, tem planos de ocultar os planos do Uber na China e tomar este mercado.

Como é que um jovem de 33 anos consegue fundar uma empresa como a Didi e em 4 anos fazê-la crescer tão rapidamente?

Confira 3 passos de muitos outros que Cheng Wei assumiu e que você pode iniciar hoje em sua vida:

1º PASSO – Comece GANHANDO enquanto você está APRENDENDO

Antes de sua nova startup, Cheng Wei trabalhou por 7 anos na empresa Alibaba, primeira lugar em vendas na China. Depois trabalhou com o Alipay, o “Paypal” do Alibaba.
Sem essa experiência, ele não teria tido o conhecimento suficiente para criar um site de compartilhamento de caronas chinês, ao mesmo tempo que o Uber estava começando nos EUA.

Inacreditavelmente, apesar de começar uma empresa que hoje permite que mais de um bilhão de pessoas compartilhem caronas a cada ano, Cheng Wei ainda não sabe como dirigir.

Mas em vez de transformar isso em desvantagem, ele diz que isso faz com que ele seja o cliente ideal de sua empresa.
Assim, todos os dias, ele está aprendendo como sua empresa atua, utilizando os serviços de sua própria venture.

2ª PASSO – Conecte GIGANTES

Cheng Wei diz que os primeiros dias foram tudo, menos fácil: “Quando a empresa foi fundada, nós não esperávamos enfrentar a competição mais cruel, a regulação mais estrita, os jogos mais complicados entre gigantes e capitais, e a maior frequência de exposição à mídia da história como uma empresa da Internet”.

Depois de lutar no início dos anos contra muitos concorrentes e regulamentações governamentais, Cheng Wei criou um gênio ao tomar a decisão de fundir a sua empresa (então chamado Didi dache) com sua maior concorrente, Kuaidi dache, em uma fusão de US$ 6 bilhões.

Esta ação reuniu as maiores concorrentes em uma enorme empresa e atraiu os dois maiores gigantes da tecnologia na China, Baidu e Alibaba, em uma joint venturemaciça.

Ao transformar todo o seu potencial de concorrência em aliados, ele eliminou a competição e criou oceanos azuis para explorar.

Você se lembra da famosa frase: “Mantenha seus amigos por perto e seus inimigos mais perto ainda” do “O Poderoso Chefão”?

Se adequa muito bem neste momento da empresa Didi e da vida de Cheng Wei.

3º PASSO – Mantenha o FOCO

Hoje, a empresa de Cheng Wei tem 99% de participação de mercado de “caronas remuneradas” na China e 87% do mercado de aluguel de carros particulares. Didi Chuxing opera em 400 cidades, sendo que o Uber está presente em apenas 45 cidades da China.

Como Cheng Wei alcançou essa fatia incrível do mercado chinês?

Ao estar focado (ele só opera na China) e ter um propósito bem definido: “Ajudar a China a ser mais conectada (mobile)”, ele conseguiu atrair a Apple a investir US$ 1 bilhão em sua empresa, o maior investimento neste ano de uma das potências mundiais da tecnologia.

Como diz Cheng Wei “A aprovação da Apple é um enorme incentivo e inspiração para nossos quatro anos de idade da empresa. Didi vai trabalhar duro com nossos motoristas, pilotos e parceiros globais, a disponibilizar a todos os cidadãos escolhas de mobilidade flexíveis e viáveis, e ajudar a resolver os desafios de transporte das cidades, bem como os desafios ambientais e de geração de empregos”.

Esse único foco dá a Didi uma grande missão de estar junto de grandes empresas disruptivas tecnologicamente que irão enfrentar um grande problema da década na China: ajudar a diminuir a poluição nas cidades chinesas.

Como Cheng Wei disse na Global Mobile Internet Conference em Pequim: “Didi tem a intenção de construir uma plataforma aberta com máquinas de capacidade de auto-aprendizagem onde compartilhamento de caronas, veículos elétricos e tecnologias de auto-condução conectam a motoristas e passageiros com necessidades diferentes em uma ecologia urbana sustentável e inclusiva.

(Como o nome oficial registrado de Didi é “Xiaojo”, que significa “Pequena Laranja”, Cheng Wei brincou que a verdadeira razão da Apple ter investido na empresa foi que ambas as empresas possuem nomes de frutas).

Então reflita!

Que lição você pode tirar de Cheng Wei?

Como você pode ganhar enquanto aprende?
Com quem você deve colaborar hoje?
E como você pode desenvolver um propósito focado no qual você possa excluir o resto e se dedicar exclusivamente na transformação?

Se você está apenas começando, nos primeiros dias do seu negócio, ou vem enfrentam as dores de cabeça de crescimento externo e interno, a história de Cheng Wei e sua empresa de US$ 28 bilhões, fundada a 4 anos, tem algo a mais para te ensinar:

  • Mantenha-se com o pé no acelerador, na velocidade certa e no momento certo que você sempre pode acelerar quando estiver fora de vista de algum problema.

E parafraseando David W. Johnson: “Não há limites de velocidade na estrada para o sucesso”.

E como os negócios são dinâmicos, eu estava escrevendo este artigo antes do dia 01 de Agosto, e neste dia veio uma notícia muito importante que fará com que você se atualize as informações ditas acima:

Cheng Wei fez a sua maior aliança até hoje. Aliou-se ao seu arqui-rival, Uber.

No dia 01 de Agosto de 2016, Didi e Uber China anunciaram uma fusão.

No acordo, Didi recebe todas as operações na China do Uber e o Uber recebe 20% de participação acionária da empresa Didi, avaliada em US$ 35 bilhões, o que é um aumento de 75% na avaliação da empresa.

Didi também está investindo US$ 1 bilhão no Uber, que com essa transação passa a valer US$ 68 bilhões.

Qual o resultado disso?

Uber se tornará o maior acionista da Didi e a Didi e vai se tornar um dos maiores acionistas da Uber.

Engraçado, não é mesmo?

Vivemos ainda em um mundo onde o capitalismo degenera nossas mentes com oceanos vermelhos de competição, mas ainda temos chances (e muitas) de criar novos paradigmas econômicos, onde a concorrência é deixada de lado e a colaboração agrega valor, com o ganha-ganha.

Agora pense: Qual grande concorrente que você poderia realizar parceria hoje?

Sucesso hoje e sempre.

E não se esqueça “Sozinhos fazemos pouco. Juntos podemos fazer muito mais” (Helen Keller)

Quer decolar ainda mais alto em seus empreendimentos?

Curta nossa página no Facebook

Veja nossas fotos no Instagram

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *