Sede 1: Jundiaí/SP | Sede 2: Guarulhos/SP
(11) 99710-0350 /
contato@merakigroup.com.br

Empresa americana de telefonia testa Internet 5G

Empresa americana de telefonia testa Internet 5G

Empresa americana de telefonia AT&T vem otimizando resultados com uso do 5G

A gigante de telefonia americana AT&T diz que seus testes com Internet sem fio 5G têm produzido velocidades de mais de um gigabit por segundo a partir de frequências de ondas milimétricas, mesmo em mau tempo e, em alguns casos, sem uma conexão via antenas. As latências foram tão baixas quanto 9ms, disse a empresa. O que é fascinante!!!

As redes 4G LTE de geração atual geralmente usam frequências abaixo de 1GHz, que são as melhores para percorrer longas distâncias e penetrar em obstáculos como paredes de edifícios. Espera-se que as redes 5G dependam fortemente de sinais de ondas milimétricas – 30 GHz e acima – que são facilmente bloqueadas por obstáculos e geralmente requerem conexões por algum tipo de captador ou antenas.

A AT&T e outras operadoras planejam usar o 5G para smartphones conectando-se diretamente a redes móveis e para conexões sem fio fixas em áreas que não possuem fibra ótica ou cabo. Há muito espectro disponível de ondas milimétricas, o que significa que as operadoras podem facilmente aumentar os bits por segundo. Mas haverá desafios na obtenção desses dados para os smartphones quando houver obstáculos entre os lugares e os dispositivos portáteis.

A AT&T, no entanto, diz que seus testes iniciais mostram que esses problemas podem ser superados, pelo menos em certas condições.

Em um teste envolvendo pequenas empresas na cidade americana de Kalamazoo, estado de Michigan, a AT&T “não observou nenhum impacto no desempenho do sinal 5G com ondas milimétricas devido a chuva, neve ou outros eventos climáticos”. A AT&T disse que também “aprendeu que os sinais de onda milimétricos podem penetrar em materiais como folhagem, vidro e até paredes melhor do que o inicialmente previsto”.

Outro teste em Waco, no estado do Texas, “forneceu o serviço de ondas milimétricas 5G a um local de varejo a mais de 150 metros do local da célula e observou velocidades sem fio de aproximadamente 1,2Gbps em um canal de 400MHz”, afirmou a AT&T.

O teste Waco também produziu “taxas de latência em 9-12 milissegundos” e “suportou centenas de usuários conectados simultâneos usando a rede 5G”, disse a AT&T. Não está claro quantos usuários conseguiram receber velocidades de gigabit simultaneamente.

As velocidades médias de download da AT&T acima de 4G estão abaixo de 15Mbps, de acordo com um relatório de janeiro de 2018 da empresa de testes OpenSignal.

A latência de 9 ou 12 milissegundos pode ser uma grande melhoria em relação ao 4G. A AT&T liderou a indústria “com um tempo de ping de rede de LTE de 58,3 milissegundos”, disse o relatório da OpenSignal.

A AT&T presumivelmente relatou apenas os melhores resultados de seus testes, então a latência média de 5G dos testes pode ter sido maior que 9 ou 12ms. Ainda assim, espera-se que a mudança de 4G para 5G reduza a latência e aumente a velocidade em toda a indústria.

5G

Internet 5G (Foto: The Independant)

A AT&T diz que a baixa latência do 5G ajudará a suportar a comunicação entre carros autônomos, por exemplo. E as melhores latências 5G podem acabar sendo menores que 9ms, já que a AT&T disse que “a expectativa da indústria para 5G é latência menor que 5 milissegundos”.

Mesmo depois de os serviços móveis com mais de um espectro de onda milimétrica estarem amplamente disponíveis, as altas frequências serão um complemento às redes existentes, em vez de uma substituição total. As operadoras usarão ondas milimétricas para melhorar suas redes onde puderem, mas não abandonarão o espectro de menos de 1 GHz que é tão eficaz em cobrir praticamente todos os Estados Unidos.

Smarphones 5G ainda não estão prontos

A AT & T informou que seu objetivo é “ser a primeira operadora dos EUA a lançar serviços móveis 5G baseados em padrões para clientes este ano”. Ele estará disponível “em uma dúzia de mercados no final de 2018”, diz a empresa.

A concorrente Verizon planeja lançar a Internet doméstica 5G este ano, a T-Mobile diz que planeja construir redes móveis 5G em 30 cidades americanas em 2018, e a Sprint está apontando para 2019.

Mesmo que a AT&T supere as outras operadoras para 5G em alguns meses, não seria um grande negócio, porque os smartphones compatíveis com 5G não estarão amplamente disponíveis este ano. A AT&T informou que oferecerá um dispositivo capaz de se conectar a redes 5G este ano, mas, em geral, telefones com capacidade para 5G parecem estar no caminho certo para um lançamento mais amplo em 2019 e além.

Fato é que a revolução da comunicação está totalmente atrelada ao desenvolvimento massivo da tecnologia, principalmente com o advento de novos aparelhos e formas de conexão, como redes de alta velocidade e smartphones.

A Internet 5G trará significativas mudanças para diversas indústrias ao redor do mundo, otimizando processos e abrindo possibilidades infinitas com uma conexão de velocidade nunca antes pensada.

E você se lembra da Internet discada e dos milhões de anos que levava para fazer um simples download?

Talvez você se lembre, mas, felizmente, seus filhos não terão o desgosto de escutar os chiados estranhos do telefone conectando a Internet como eram nos anos 2000 e muito provavelmente em um futuro próximo eles irão reclamar de conexões lentas, mesmo utilizando Internet 5G.

Agora nos resta esperar para ver como a indústria das telecomunicações irá receber esta grande revolução da conectividade e como o mercado irá reagir, seja com os carros autônomos, criptomoedas, inteligência artificial, etc, cada vez mais rápidos e produzindo muito mais informações por segundo que você possa imaginar.

Curiosidade:

Quanto tempo demoraria para fazer o download de um filme de Guardiões da Galáxia de cerca de 2 horas com as velocidades de Internet do passado e a 5G?

3G (2001): velocidade 384 Kbps
Tempo de download: 26 horas
O que você poderia fazer enquanto esperasse o download? Voar de Nova York para Sydney, incluindo tempo de check-in

4G (2009): velocidade 100 Mbps
Tempo de download: 6 minutos
O que você poderia fazer enquanto esperasse o download? Jogar uma partida rápida de seu game online favorito

3G (2001): velocidade 10 Gbps
Tempo de download: 3,6 segundos
O que você poderia fazer enquanto esperasse o download? Perguntar: “já terminou o download?”

Traduzido e adaptado de The Age.

Quer decolar ainda mais alto em seus empreendimentos?

Curta nossa página no Facebook

Veja nossas fotos no Instagram

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *